Prefeito cogitou entrar a pé na Prefeitura, caminhando no meio dos servidores grevistas

Num dos intervalos comerciais da coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) hoje de manhã (23/03), quando havia a dúvida se o sindicato e os grevistas estavam criando dificuldade para os funcionários que desejassem trabalhar de entrar no Paço, o prefeito Pannunzio afirmou que se isso fosse verdade ele iria entrar no Paço caminhando, no meio dos grevistas. Em tom indignado, o prefeito falou que a greve é legítima, mas impedir quem deseja trabalhar de entrar em seu local de trabalho é uma violência que ele não ia tolerar. Foi lembrado que o governador Mário Covas fez o mesmo quando governador e Pannunzio disse que o legado de Covas para a democracia é algo que ele deseja manter vivo. Fabinho Mascarenhas, assessor direto do prefeito, disse que não haveria necessidade, pois ele tinha a confirmação de que nenhum funcionário que desejasse trabalhar estava sendo impedido pelos sindicalistas ou grevistas.

Comentários

Leia também