Prefeito nomeia voluntário para cargo de secretário e normatiza sua situação de trabalho e, ao manter intacta a direção geral do Saae, reforça o trabalho que é desenvolvido desde o início do governo e tem reconhecimento até da oposição

O prefeito Crespo anunciou na noite de terça-feira que Alceu Segamarchi Júnior é o novo secretário de Recursos Hídricos da Prefeitura de Sorocaba, pasta que até então era acumulada por Ronald Pereira da Silva, o diretor-geral do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), que segue no posto.

A decisão normatiza o trabalho de Alceu que vinha atuando na Prefeitura de Sorocaba como colaborador uma vez que mantinha vínculo com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos do Estado de São Paulo, onde estava afastado em licença-prêmio, e agora teve sua situação regularizada na estatal e do ponto de vista da legislação ficou apto a ser nomeado no serviço público municipal.

A decisão, igualmente, valoriza e reforça o trabalho que Ronald desenvolve a frente do Saae e tem o reconhecimento não apenas dos seus pares, de governo e de apoio na Câmara de Vereadores, como o reconhecimento também da oposição.

Trabalho no Saae

Entre as atividades desenvolvidas por Ronald Pereira da Silva no Saae estão pelo menos 7 pontos:

  • Contrato com a agência reguladora e fiscalizadora dos serviços de saneamento em Sorocaba, a Ares-PCJ, que mereceu elogios da época da decisão da vereadora Iara Bernardi do PT;
  • Implantação do Reservatório de Detenção de Cheias do Córrego Água Vermelha, no cruzamento da avenida Washington Luiz com a rua Capitão Bento Mascarenhas Jequitinhonha, no Jardim dos Estados. As obras a serem entregues consistem na conclusão da primeira das duas bacias de contenção.
  • Início das obras na Estação de Tratamento de Água Vitória Régia que inclui a captação de água bruta diretamente no rio Sorocaba e processamento à base de ozônio, fato que se tornou possível após a conclusão do complexo de obras do Programa de Despoluição do Rio Sorocaba, que incluiu 28 km de interceptores nas duas margens do rio; 18 estações elevatórias de bombeamento e 7 Estações de Tratamento de Esgoto, possibilitando recuperação das suas águas e do seu ecossistema.
  • Único córrego afluente do rio Sorocaba no município até então não saneado, o Pirajibu está teve obras para a implantação do seu coletor-tronco de esgoto que tem 11.053 metros de tubulações de concreto armado instaladas, com diâmetros variando de 500 a 800 milímetros, com início na avenida Conde Zeppelin, percorrendo toda a margem esquerda do seu curso, nas regiões do Éden e do Cajuru, até a sua foz no rio Sorocaba.
  • Início das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (ETE-S1) que remove a média de 81% da carga orgânica do efluente devolvido ao rio. Após a reforma, a remoção da carga orgânica vai superar os 90%. Também vai elevar a capacidade de tratamento do volume (vazão) em 13%, para atender o crescimento previsto da demanda até 2030.
  • As contas de água e esgoto passaram a ser emitidas em nome do responsável pelo consumo de cada imóvel, novidade que garante mais justiça, já que as contas não pagas serão cobradas de quem realmente deve, ao invés de recair simplesmente sobre o imóvel e seu respectivo proprietário, como antes vinha sendo feito.
  • Trabalho preventivo na adutora de Itupararanga que historicamente apresentou problemas entre os meses de janeiro e fevereiro devido as chuvas sazonais do período e neste ano estão intactas.

 

Trabalho voluntário

Entre as atividades desenvolvidas pelo engenheiro civil sorocabano por Alceu Segamarchi Júnior, como voluntário, merecem destaque o fato dele liderar a equipe da Promotoria Econômica criada por Crespo para comandar a Comissão Municipal de Captação de Recursos. O prefeito costuma se referir ao trabalho de Alceu como sendo o “lobista do bem” que resolve problemas no segundo, terceiro e quarto escalão dos governos federal e estadual.

Na pasta de secretário de Recursos Hídricos, Alceu terá o mesmo objetivo trazer recursos extra orçamentários para Sorocaba. Seu compromisso é estar antenado e formatar pedidos, acompanhar processos e trazer recursos nacionais, internacionais, públicos e privados.

Alceu trabalha no financiamento da Corporação Andina de Fomento (CAF) para obras viárias pelo programa Sorocaba Total que o prefeito Pannunzio passou os 4 anos do seu mandato tentando a liberação, sem ter obtido sucesso.

Alceu também está atuando na implentação do BRT (sistema rápido de ônibus) e VLT (sistema de transporte por trilhos).

Alceu foi o número 1 do DAEE (Departamento de Água e Esgoto Estadual) e também da Secretaria Nacional de Saneamento.

Comentários

Leia também