Prisão de chefe de gabinete deixa em dúvida se vereador leva adiante candidatura a prefeito

O advogado sorocabano José Cabral Dias foi preso ontem (15/10) sob a suspeita de envolvimento em um esquema de tráfico de drogas na região de Sorocaba, suspeita gravada em escuta da polícia autorizada pela justiça que indicava que a venda de maconha ocorria no estacionamento da Câmara de Vereadores de Sorocaba. Cabral até a manhã de hoje (16/10) era chefe de gabinete do vereador Helio Godoy (PRB) e foi demitido. O vereador divulgou nota dizendo-se perplexo com a informação e com o motivo da prisão. Das dezenas de pessoas que ouvi sobre essa prisão, a maioria absoluta se surpreendeu com a prisão

Independentemente do drama pessoal do advogado, que atuava na Câmara de Sorocaba desde 1993, onde chegou a ser o diretor jurídico, a pergunta que perseguiu as pessoas envolvidas nos bastidores políticos é se o vereador Hélio Godoy vai ter força para levar adiante a sua intenção de ser candidato a prefeito em 2016. Uma situação é fato: Godoy vai passar muito tempo explicando o que disse em nota, que não sabia de nada sobre as acausações que recaem sobre seu ex-chefe de gabinete.

Comentários

Leia também