Sindicato dos médicos vai interpelar prefeito para que ele prove que é fácil obter atestado

O presidente do Sindicato dos Médicos de Sorocaba, Eduardo Luís Vieira, recebeu logo cedo manifestações de colegas de profissão ofendidos com a declaração do prefeito Pannunzio proferidas durante a coluna O Deda Questão do Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) na manhã de hoje (16/09). Ao responder o questionamento a respeito da quantidade de atestados médicos apresentados por professores e auxiliares de educação, o prefeito usou a expressão “todo mundo sabe como é fácil se conseguir um atestado médico” e deixou na dúvida a veracidade da doença de professores e auxiliares ao dar o exemplo que muitas que apresentaram o atestado para faltar pela manhã no período da tarde estavam trabalhando na iniciativa privada e teve até quem se mostrou em fotos na rede social curtindo pequenas férias.

Eduardo Luíz Vieira afirmou que essas declarações são muito graves uma vez que há um protocolo que todo médico segue para dar algum atestado. Além disso, lembrou o presidente do sindicato, todo médico sabe que um falso atestado além de ferir a ética da profissão é crime perante a legislação brasileira. Eduardo Luís explicou que terá uma reunião com o jurídico do sindicato e no mínimo uma interpelação judicial, para que o prefeito explique a sua fala, será apresentada a ele. É importante que o prefeito prove essa facilidade de atestados e, mais que isso, que ele denuncie o médico que dá falsos atestados pois isso é de interesse de toda a categoria.

Bastante indignado com a declaração do prefeito, Eduardo Luís disse que o prefeito já jogou nas costas dos médicos a responsabilidade pelo fracasso da gestão dele na saúde e que novamente usa o médico como desculpa para justificar o fracasso de sua gestão na educação. É absurdo que ele use desse expediente para se defender perante a população, finalizou Eduardo Luís Vieira.

Comentários

Leia também