“Sou Renato, voto Crespo”: parceria que virou slogan de campanha completa cinco meses e foto da diplomação do prefeito mostra que segue firme essa união

crespo

No dia 20 de julho passado, o favoritíssimo pré-candidato a prefeito de Sorocaba na eleição que aconteceu em outubro, Renato Amary, surpreende ao retirar-se da corrida eleitoral. Na época ele escolheu Crespo, então pré-candidato a vereador, parceiro de anos recentes e ferrenhos adversários de anos anteriores. No momento da justificativa, Renato alegou que decidiu retirar a pré-candidatura por conta “da voz corrente na cidade de que no momento em que eu colocasse uma candidatura para ser registrada, eu receberia impugnação de tudo quanto é lado. Como já passei por isso e sei que o Poder Judiciário é muito lento para decidir, envidei esforços para agilizar essa decisão. Até hoje, não houve nenhuma movimentação de processos, então para poupar a cidade e os encaminhamentos políticos de Sorocaba, eu resolvi abdicar da minha candidatura, lamentando profundamente porque eu tinha projetos para Sorocaba nos mesmos moldes que tivemos nos oito anos que administramos a cidade”. E foi além do defender a candidatura de Crespo: “ele tem musculatura política, pois foi deputado em três mandatos na Assembleia Legislativa de São Paulo e tem larga experiência política, por isso será a melhor alternativa”.

Estava lançada, neste momento, a parceria que virou slogan de campanha do início do 1º turno até o final da eleição em 2º turno: “Sou Renato, voto Crespo”.

Da vitória para cá, Renato passa de protagonista a coadjuvante, ao menos no primeiro plano de toda a cena política. Crespo cumpre o papel de agradecer e reconhecer a importância de Crespo para o sucesso de sua eleição em todos os momentos: do calor do resultado oficial das urnas às primeiras entrevistas após a vitória; da escolha dos secretários à nomeação de parceiros de Renato a cargos importantes da equipe e até à entrega simbólica de Sorocaba a Renato por meio de um brasão original, que foi do pai do prefeito eleito.

Renato não exagerou em nada até agora e sabe se comportar com grandeza nos bastidores. Não constrangeu Crespo em momento algum. Não pediu/aconselhou/incentivou…. nada que não estivesse ao alcance de Crespo e pudesse ter combinado o jogo com ele antes de que viesse à ribalta da cena pública.

Foi assim no momento final de todo este processo eleitoral, encerrado na noite de segunda-feira passada na Câmara de Vereadores de Sorocaba quando os eleitos foram diplomados pela Justiça Eleitoral.

Como diz a expressão “uma foto diz mais do que mil palavras”, este recorte em foto de Júlio Salvo, publicada originalmente no Portal Ipanema, imagem editada por mim, mostra em foco, como protagonista, o casal Crespo e Liliam (prefeito e primeira dama) e ao fundo o casal Renato Amary e Meg. Renato tinha os votos. Crespo tinha a condição de se candidatar. Nos bastidores seguem as apostas de que bastará que o governo comece para que eles briguem. Quem sabe, não é? O fato é que passaram ilesos por todo o processo eleitoral e a lua de mel segue firme.

Comentários

Leia também