Vereador afastado da vida pública pelo TJ seguirá recebendo seu salário enquanto não houver conclusão de inquérito. Ele se emocionou ao se despedir de colegas durante reunião de secretariado

O vereador Marinho Marte, secretário de Relações Institucionais e Assuntos Metropolitanos, se emocionou durante sua fala aos colegas secretários na reunião de hoje da equipe do prefeito Crespo. Ele chegou a derramar lágrimas e disse que se sente perseguido politicamente.

Enquanto não chegar até o Jurídico da Prefeitura de Sorocaba a decisão do acórdão do Tribunal de Justiça que o afasta da vida pública (leia postagem anterior), Marinho Marte segue no cargo. Assim que chegar, ele é afastado ficando impedido de exercer função pública, porém recebendo o salário de secretário uma vez que ele é alvo de um inquérito (que poderá virar ou não ação do promotor Orlando Bastos Filho) e a lei que dita a regra da improbidade administrativa dita que o afastado não é privado dos seus vencimentos.

Ainda sem formalização, a expectativa é de que Maurício Campanatti – que foi o secretário da Habitação no governo Crespo antes de sua cassação – seja o novo titular da pasta de Relações Institucionais e faça a relação entre as ações do Poder Executivo e Câmara dos Vereadores tendo uma efetiva ajuda da vice-prefeita, Jaqueline Coutinho, nessa função (leia postagem anterior).

Comentários

Leia também