Vice-presidente do STF vira Visitante Ilustre. Mas há controvérsia

MangaPresidente da Câmara entrega Diploma de Visita Ilustre a vice-presidente do STF em evento em Sorocaba

O ministro Dias Toffoli, vice-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) chegou por volta das 10h30 em Sorocaba nesta sexta-feira, não falou com a imprensa, e participou como palestrante, falando sobre o futuro da Justiça no Brasil, durante a 3ª edição do Congresso Brasileiro de Magistrados no auditório do jornal Cruzeiro do Sul. O evento tem no encerramento outro ministro do STF, Ricardo Lewandowiski. Como vice-presidente do STF, pela praxe, se imagina que Dias Tóffoli será o presidente da maior corte do Brasil. Aliás, a semana começou com a presença em Votorantim na última segunda-feira de Carmem Lúcia, atual presidente do STF. Ela participou a inauguração da Penitenciária Feminina de Votorantim.

Antes do início de sua palestra, Dias Tóffoli foi homenageado pelo presidente da Câmara de Sorocaba, o vereador Rodrigo Manga (DEM), com o Diploma de Visitante Ilustre.

Durante a coluna O Deda Questão no Jornal Ipanema (FM 91,1Mhz), na manhã de hoje, recebi mensagem de ouvinte, conhecido médico em Sorocaba e que prefere o anonimato, sugerindo que “as pessoas de bem fossem até o evento atacar tomate no ministro petista”. Reproduzo o comentário pois ele externa bem o sentimento de expressiva parcela do brasileiro que vê partidarização de opiniões na maior corte da justiça brasileira. Como Tófolli, Lewandowiski também é visto como petista assim como Gilmar Mendes o maior tucano de todo o supremo. Em tese, sempre em tese obviamente, se espera que os magistrados deixem de lado paixões partidárias e ajam no rigor restrito do que Fazer Justiça.

Comentários

Leia também