Câmara de Vereadores se convence da importância do Parque Tecnológico de Sorocaba, mas entende que é preciso criar mecanismo para reter as empresas que após desenvolveram tecnologia no parque, deixaram a cidade

PTSrobertoPor iniciativa do vereador Péricles Régis (presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara de Sorocaba) Sorocaba realizou uma audiência pública para debater o Parque Tecnológico de Sorocaba, criado em 2012, e que neste mês comemora 5 anos de existência cercado de confiança: Quais os progressos e retorno conseguidos pelo Parque Tecnológico de Sorocaba em seus cinco anos de existência?

A resposta vem sendo dada ao longo desses cinco anos pelos gestores que estiveram a frente do Parque (como Roberto Freitas, atual diretor – foto) e da Agência Inova – que é quem fomenta a chegada de pesquisadores aos parque –, mas durante a audiência pública teve a colaboração de um peso pesado de fora: “Cinco anos não é nada quando falamos da implantação de um parque. O caminho trilhado por Sorocaba está dentro do previsto para outros parques de mesmo porte”, sentenciou o diretor de operações do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Elso Alberti Júnior.

As explicações de todos os presentes na audiência foram absolutamente convincentes da importância do Parque Tecnológico de Sorocaba, mas ainda assim deixram um rastro de desconfiança no vereador Péricles: “ainda resta o maior desafio que é garantir que as empresas que utilizam o parque fiquem em Sorocaba após desenvolver novas tecnologias. Verificamos que várias empresas utilizaram as instalações do parque pelo período em que ficaram incubadas, porém quando os desenvolvimentos renderam frutos, deixaram Sorocaba. Nossa oferece uma estrutura e precisa garantir uma contrapartida vantajosa, com a retenção dessas empresas e a longevidade da arrecadação de tributos e da pesquisa científica”.

Também se pronunciaram na audiência o professor Devanildo Damião, mestre e doutor em Gestão da Inovação Tecnológica pela USP e coordenador do Núcleo do Parque Tecnológico da Agende Guarulhos, e Carlos Alberto Costa, diretor executivo do Parque Tecnológico de Botucatu. Um compromisso de última hora tirou do evento o deputado Federal Vitor Lippi, ex-prefeito de Sorocaba, idealizador e ex-presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba.