CPI da Merenda 2: Depoimento de ex-secretário de Abastecimento revela conflito com o prefeito Crespo sobre apuração de irregularidades

Os vereadores da CPI da Merenda, que apura denúncia de irregularidades na gestão do contrato para fornecimento de merenda às escolas da rede municipal, ouviram o denunciante, o ex-secretário de Abastecimento e Nutrição, Daniel Raphanelli Police, e obtiveram dele a confirmação de que havia comunicado por três vezes o prefeito Crespo sobre os pagamentos duplicados.

A Prefeitura nega esse fato. E nem poderia ser diferente uma vez que confirmada a denúncia de Police o prefeito estaria se autoacusando do crime de não ter investigado problemas que lhe cabe tomar providências.

A prefeitura apenas confirma que o prefeito recebeu em novembro de 2017 um e-mail de Daniel Police, solicitando agenda para falar sobre um suposto pagamento em duplicidade na secretaria dele. Disse a nota que o prefeito respondeu que não tinha agenda, mas teria determinado que o ex-secretário procurasse o secretário de Gabinete Central, Eric Vieira, para tratar do assunto. E também que teria solicitado a Police que enviasse os documentos a respeito de forma digital.

A secretaria de Comunicação da Prefeitura, em nota, ainda frisou que “o ex-secretário poderia ter aberto um processo sancionador para ele próprio resolver a situação, pois essa é competência de qualquer secretário municipal, mas ele optou por ficar tentando marcar reunião com o prefeito, que estava com a agenda apertada”.

Comentários

Leia também