Depois do sindicato dos servidores, agora é a vez da OAB de Sorocaba derrubar a tradição. Isso é apenas uma coincidência?

A vitória da chapa “Muda OAB”, encabeçada pelo advogado Márcio Rogério Dias, que venceu a eleição da nova presidência da subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Sorocaba por apenas 2 votos de diferença é o segundo sinal de que o sorocabano quer algo novo. O primeiro desses sinais aconteceu na eleição do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba vencida por Salatiel Hergezel, no ano passado, após mais de vinte anos de um mesmo grupo no poder.

Mas, obviamente, isso é só uma percepção. São duas eleições de classe de trabalhador. Mas indicativas de mudança, um mote que atinge o Brasil desde junho de 2013.

A ITV (Canal 24 da NET) organizou o primeiro debate entre os candidatos que disputam a presidência da OAB-Sorocaba e eu tive o privilégio de ser o mediador do evento. Eric Vieira, da chapa de situação, tinha o compromisso de seguir a linha da chapa atual comandada por Alexandre Ogusuko. Na chapa 2 está Márcio Rogério Dias que apresenta a necessidade de algumas mudanças na condução da OAB e a chapa Basta tem como candidato Ivan Moreira.

No debate, Márcio Rogério Dias afirmou que a OAB-Sorocaba foi omissa em questões locais que viraram polêmicas sociais como a Coleta do Lixo e os Casos de Dengue. Imagina-se, a partir daí, que esta será a posição da OAB nos próximos três anos, a de não se calar diante de questões locais.

Comentários

Leia também