Deputado quer sua ex-secretária à frente da Agência Metropolitana de Sorocaba

Há vinte dias (em 14 de outubro) o governador Geraldo Alckmin regulamentou a Agência Metropolitana de Sorocaba, mas até agora o nome do diretor executivo da Agência, que será responsável por promover a adoção das medidas necessárias para a implantação do desenvolvimento da região, segue indefinido. A criação e regulamentação da agência é o último passo na criação da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). O Fundo Metropolitano, ligado à Agência, já começa com aporte de R$ 3 milhões do orçamento do Estado e contará também com participações proporcionais dos orçamentos dos municípios.

Já estiveram cotados para assumir o cargo, mas hoje são carta fora do baralho o ex-prefeito de Iperó Marcos de Campos, o ex-presidente da FUA (Fundação Ubaldino do Amaral), Laelso Rodrigues e o ex-superintendente da Caixa na região, Sandro Vimer.

O deputado federal Vitor Lippi decidiu ser mais enfático e quer que sua ex-secretária de Maio Ambiente, Jussara de Lima Carvalho, seja nomeada para o cargo. Atualmente, ela é a secretária-executiva para a América do Sul da ONG Rede Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade.

Outro nome que ganha força é de Antônio Carlos de Oliveira, Professor Pleno e Diretor da Fatec (Faculdade de Tecnologia de Sorocaba), escola onde o prefeito já lecionou.

Comentários

Leia também