Em discurso no evento dos 40 anos da Urbes, empresa pública municipal que cuida do trânsito e transporte, prefeito afirma que o legado do seu governo não será BRT ou VLT, mas uma nova estrutura de atendimento na saúde

A cerimônia de comemoração dos 40 anos da Urbes foi uma festa de emoção, mas chamou a atenção o discurso do prefeito Crespo quando ele afirmou que o legado do seu governo (era um ambiente de pessoas ligadas ao transporte, vale lembrar) será na área da saúde.

Historicamente, há vinte anos, toda pesquisa indica em período de eleição que o maior desejo eleitoral sorocabano é que o eleito faça melhorias na saúde. Isso, aliado a pesquisa que o prefeito fez recentemente – embora ela seja privada dele e ele nem admite que exista – pode levar muita gente a dizer que ele discursou para o eleitor. Enfim, ele falou o que as pessoas querem ouvir.

Seja como for, ainda cercada de absoluto mistério, é sabido que o prefeito prepara uma mudança na lógica do atendimento na saúde pública da cidade direcionando mais dinheiro para o atendimento básico, nos chamados postos de saúde, ao invés de dedicar a maior parte do orçamento à urgência e emergência que foi o que prevaleceu nos 4 anos do prefeito Pannunzio, em que pese ter ocorrido a troca de cinco secretários da saúde naquele período.

O BRT e VLT, que também vão significar mudanças na lógica dos últimos 20 anos do transporte em Sorocaba, o prefeito disse que são missões de três de seus secretários: o presidente da Urbes, Luiz Carlos Franchim, Alceu Segamarchi (Recursos Hídricos) e secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fiorovante. Vale lembrar que o contrato do BRT está assinado, as obras estão previstas para terem início em agosto e deverão custar R$ 400 milhões. O VLT também é um desejo, mas os estudos que existem e o que se pretende fazer também não foi anunciado.

Homenagens e emoção

Com o teatro do Sesi Sorocaba lotado, a cerimônia oficial de 40 anos de fundação da Urbes – Trânsito e Transportes, realizada na noite da última quinta-feira (22), foi marcada por homenagens e muita moção. Para a solenidade foram convidados, além de funcionários, autoridades, ex-presidentes da Urbes e outros personagens importantes na construção da história da empresa pública.

Para abrir o evento, o público pode prestigiar a declamação de um poema, de autoria do funcionário Pietro Francisco Mazzulli, encarregado do Setor de Educação para o Trânsito da Urbes; um vídeo contando a história da empresa pública – com fotos, matérias de jornais e depoimentos; e a apresentação do coral formado por 28 funcionários da Urbes, sob a regência de Marcia de Freitas e participação do pianista Emerson Justo.

“Quero inicialmente falar do privilégio e da honra que tenho em estar aqui comemorando os 40 anos de existência da Urbes, uma empresa modelo de gestão de trânsito e transporte no Estado de São Paulo”, declarou o presidente da Urbes, Luiz Carlos Franchim.

Ele aproveitou a ocasião para destacar os projetos que serão implantados em sua gestão, como a reformulação do serviço de Transporte Especial, a modernização da Zona Azul, o início das obras do BRT (Bus Rapid Transit) e desenvolvimento do projeto do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), a implantação de placas de energia fotovoltaicas nos terminais de ônibus, entre outros.

Franchim também fez uma homenagem ao prefeito José Crespo e entregou o troféu de 40 anos da Urbes. Em seu discurso, o chefe do Executivo falou do passado, da época em que presidiu a empresa pública e revolucionou o transporte coletivo de Sorocaba com a implantação dos dois terminais urbanos, em seguida do presente e do futuro para homenagear a empresa pública.

“Fui apenas o presidente desta equipe valorosa da Urbes. Muitas ideias vieram desta equipe e a prova disso é que muitos estão aqui até hoje e transformaram a Urbes numa das mais conceituadas empresas do nosso país. Visitantes do Brasil e de fora tem vindo aqui para buscar ideias bem-sucedidas graças ao suor de cada um que contribuiu ao longo dos últimos anos”, destacou o prefeito José Crespo.

Já o presidente da Câmara Municipal, o vereador Rodrigo Manga, entregou uma homenagem à Urbes e destacou em sua fala a alegria dos funcionários da Urbes. “Eu e minha equipe sempre que procuramos a Urbes, seja qual for a hierarquia que ocupa, vemos funcionários felizes e dedicados ao que fazem. A Câmara parabeniza a todos vocês”, afirmou o parlamentar.

Quem foi homenageado

Na sequência, foram homenageados o ex-prefeito de Sorocaba, Renato Amary, que ajudou a fundar a Codeso, Luiz Carlos Franchim, atual presidente da empresa e os ex-dirigentes: Benedicto Pagliato, representado pelo seu filho Francisco Pagliato Neto; José Caetano Graziosi, representado por sua filha Marcia Regina Graziosi Machulis; Lázaro Ataíde, representado por seu filho Luis Carlos Ataíde; Shobei Watanabe; Marcos Donizeti Aidar; Luiz Angelo Verrone Quilici; Paulo Fernando Moreira; Adalberto Nascimento, representado por Renato Gianolla; Renato Gianolla; Rosângela Arcuri Pacheco; e Wilson Unterkircher Filho.

A diretoria da Urbes, formada por Gilvana Bianchini (Administrativa e Finanças), Sergio Pires (Transportes), Carlos Eduardo Paschoini (Trânsito), Hugo Nunes (Planejamento) e Luciana Marte (Assessoria Jurídica), também recebeu um troféu especial.

Também foram homenageados a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lilian Crespo; a deputada estadual Maria Lucia Amary; assessor especial do vice-governador do Estado de São Paulo Marcio França, Pedro Mori; o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, Mario Marte Marinho Junior; secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante; o comandante da Polícia Militar da região de Sorocaba, Cel. Antonio Valdir Gonçalves Filho; a presidente do grupo MobiBrasil, líder da Consor, Niege Chaves; a diretora da STU, Marcela Constantino Levy e Aurivânia Constantino; João Ferreira Barbosa Filho, da Hema Engenharia; diretor do Sesi Sorocaba, Júlio Cesar de Souza Martins; e o delegado do Deinter 7, Helton Luís J. Padilha.

Para encerrar o evento, o coral de funcionários da Urbes apresentou músicas conhecidas do público, como “Paciência”, de Lenine, “Dias Melhores”, do Jota Quest, e “Canção da América”, de Milton Nascimento.

Também estiveram na cerimônia os vereadores Hudson Pessini e Renan Santos, e os secretários Alexandre Robim (Chefe de Gabinete), Ronald Pereira (Saae), Gustavo Barata (Assuntos Jurídicos e Patrimoniais), Fábio Pilão (Conservação, Serviços Públicos e Obras), Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos), Cintia de Almeida (Igualdade e Assistência Social), Marcelo Regalado (Fazenda), Fábio Camargo (Habitação e Regularização Fundiária), Fernando Dini (Segurança e Defesa Civil), Alceu Segamarchi (Recursos Hídricos), e o presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas.

Comentários

Leia também