Estudante sorocabano de 18 anos é eleito pela terceira vez ao Parlamento Jovem Paulista

O sorocabano Pedro Bueno, 18 anos, vai participar pela terceira vez do Parlamento Jovem Paulista, iniciativa da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) que apresenta aos estudantes o cotidiano do Poder Legislativo. Aluno da Escola Estadual “Prof. Aggêo Pereira do Amaral”, Pedrinho, como é conhecido, vai defender em seu terceiro mandado como Deputado Estadual Jovem a libertação e inclusão social dos escravos da Província de São Paulo no ano de 1835. Pedrinho, que também é membro do Conselho Municipal do Jovem de Sorocaba, vê a política como peça fundamental para melhoria da vida dos cidadãos. Porém, acredita que só é possível ser agente transformador da sociedade se todos reconhecerem a importância da participação política. “O Parlamento Jovem Paulista um importante espaço que dá expressividade à voz daquele jovem que anseia pela boa política. Por isso, decidi me candidatar para integrar mais uma vez esta importante ação”, explica.

A edição 2015 do Parlamento Jovem Paulista, desenvolvido desde 1999, propõe uma “viagem no tempo” até 1835, ano de instituição da Assembleia Legislativa da Província de São Paulo. Foram selecionados 36 estudantes de todo o Estado – o equivalente ao número de deputados da época. “Fiquei muito feliz por integrar essa edição por ser comemorativa aos 180 anos da Alesp e reconhecer a importância da participação do jovem para a transformação do cenário político”, acredita Pedrinho. O sorocabano também afirma que os dois mandatos como Deputado Jovem lhe trouxeram crescimento pessoal: “Aprendi muito, fiz muitos amigos e conheci a minha namorada, que também integra essa edição 2015″, revela.

Com base no contexto histórico daquela época, Pedrinho apresentou projeto de lei pelo Partido das Questões Sociais, no qual propõe a libertação de todos os escravos da Província de São Paulo, dando ao escravo liberto terra, segurança e todos os subsídios necessários para a transformação social e sobrevivência dos libertos.

Apesar da participação em edições anteriores, o estudante contou com o apoio da escola na elaboração do projeto de lei vencedor, principalmente, das professoras Maria Antônia Pereira e Célia Almeida. A EE “Aggêo Pereira do Amaral” tem um histórico de participação e desenvolvimento de projetos que incentivam o protagonismo juvenil.

A cerimônia de abertura, posse e desenvolvimento dos trabalhos do Parlamento Jovem Paulista 2015 acontece nos dias 5 e 6 de novembro, no plenário da Alesp, na cidade de São Paulo.

Comentários

Leia também