Eu não vou ser candidato a prefeito de Sorocaba nem que o governador, o prefeito e a deputada me peçam. Esta é também uma decisão pessoal e já está tomada, me diz Lippi

O mistério sobre quem será o candidato a prefeito de Sorocaba na eleição de outubro próximo continua, mas sobre quem não será chegou ao fim na manhã de hoje (5/2). Gravei o programa O Deda Questão na TV com o deputado federal Vitor Lippi (PSDB), que vai ao ar a partir do dia 10 de fevereiro pela ITV (Canal 24 da NET), e num dado momento, quando ele respondia a uma questão sobre saúde, ele se entusiasmou como lhe é de costume em lembrar as dezenas de programas que ele fez enquanto foi secretário da saúde de Sorocaba por 8 anos e depois o que fez por mais 8 anos como prefeito. O entusiasmo foi a ponte para eu perguntar sobre sua candidatura a prefeito. Ao contrário de todas as outras vezes em que perguntei e provoquei se ele era o candidato, desta vez ele respondeu com convicção que não é. Falou do seu compromisso com os mais de 100 mil votos em Sorocaba e também com os 70 mil votos da região. Falou do seu novo momento. Quando lhe perguntei se ele vier a ser convocado pelo partido, ele me disse que “nem se meus amigos, o governador Geraldo Alckmin, o prefeito Pannunzio e a deputada Maria Lúcia me peçam não serei o candidato. Eu sei que o partido é muito importante, mas uma candidatura não é só atender aos amigos e ao partido, mas uma decisão íntima e minha decisão está tomada: não serei o candidato”. Afirmei que estava acreditando de verdade em suas palavras e que se ele vier a voltar atrás nesta decisão e sair candidato será ruim não apenas para ele, mas para a sociedade que cada vez mais desconfia dos políticos. E ele repetiu: “é uma decisão tomada, pensada, e não sou o candidato a prefeito” do PSDB em Sorocaba neste ano.

De verdade, eu acreditei. Quando for ao ar, todos poderão verificar, no segundo bloco da entrevista, a maneira enfática e sem brecha com que Lippi colocou uma pedra neste tema e que tomou, de verdade, a decisão de não concorrer a prefeito em outubro.

Resta saber quem será o candidato tucano. O prefeito Pannunzio afirmou na quarta-feira passada que este nome sai entre abril e maio próximo e não descartou que seja ele próprio, porém sempre deixando aberta a interpretação de que pode ser outro partidário.

Comentários

Leia também