Ex-deputada e deputado são meus entrevistados na ITV para ajudar a população a entender porque Barretos consegue ser excelência no atendimento SUS e Sorocaba ainda não

Paulo Dirceu Dias (assessor técnico do Instituto Defenda Sorocaba, um dos comerciantes mais conhecidos de Sorocaba por ter sido dono da Farmácia Baronesa, na praça central, e um dos instrutores e pilotos do Aero Clube de Sorocaba) passa por um problema pessoal de saúde e foi buscar atendimento no setor público e se decepcionou com o que encontrou em Sorocaba e está maravilhado com o atendimento que recebeu no Hospital do Câncer de Barretos, sendo que ambos os atendimentos são do SUS (Sistema Único de Saúde). Em entrevista ao programa O Deda Questão, que está no ar pela ITV (Canal 24 da Net), ele lançou um desafio: porque Barretos consegue (e Sorocaba não ) oferecer um serviço exemplar de oncologia pelo SUS. Entrevistei a ex-deputada federal Iara Bernardi (a entrevista está em exibição até a próxima terça-feira em vários horários, entre eles às 22h e às 7h30) e o deputado federal Vitor Lippi (a entrevista dele entra no ar na próxima quarta-feira, dia 10 de feveveiro).

Provoquei cada uma do jeito que deu. Iara, em resumo, entende que o problema é de gestão, escolha de pessoas erradas para conduzir o Conjunto Hospitalar de Sorocaba, e pelo fato do governador Alckmin fazer pouco caso do CHS em Sorocaba. Vitor Lippi tem outra visão, essa mais técnica do que política, e afirma que a Lei 8666, das Licitações, impede que um hospital público tenha a agilidade que o serviço de saúde necessita. Mais, ele afirma que nenhum médico quer dirigir um hospital público por ser uma bomba, seja pela ineficiência em atender, seja pela maneira como o Ministério Público encara suas decisões.

Enfim, fica o convite para entender o que pensa Iara, com o programa no ar. E a partir da semana que vem o que diz Lippi.

O desafio de Paulo Dias se transformou no meu. Vamos entender porque Barretos consegue (e Sorocaba não ) oferecer um serviço exemplar de oncologia pelo SUS.

Comentários

Leia também