Fiesp inaugura projeto “Sebrae Aqui” no Parque Tecnológico de Sorocaba, anuncia a implantação do “Escola do Futuro” na cidade, recebe pedido do “FabLab” e espera regularização de área do Sesi no Mangal

O presidente da Fiesp, do Ciesp, do Sesi e Senai, Paulo Skaf, esteve em Sorocaba na quinta-feira (22/03) e iniciou sua agenda concedendo entrevista na coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz).

Reiterou posições que já são conhecidas: de que o impeachment da presidente Dilma foi acertada (ele foi uma das lideranças que apoiou sistematicamente a cassação); de que o uso de elementos didáticos (como o Pato Amarelo e agora o Sapo Verde) como bonecos ajudam o cidadão a entender sobre o que falam; de que será candidato ao governo de São Paulo (será a terceira disputa sucessiva) para fazer diferente, preservando o que entender que há de bom.

Na parte prática de sua visita a cidade,  inaugurou o projeto “Sebrae Aqui” no Parque Tecnológico de Sorocaba (que visa a capacitação das empresas e o fortalecimento da economia e do empreendedorismo local); atendeu a um pedido do prefeito Crespo – feito a ele no carro onde estavam, no caminho da Prefeitura até o Parque Tecnológico – e uma unidade da nova Escola do Sesi, chamada Escola do Futuro, será instalada em Sorocaba. É uma escola sem paredes internas, o que integra todos os ambientes de aprendizagem.

Além disso, Sorocaba também solicitou ao presidente da Fiesp a instalação da FabLab no Parque Tecnológico, que é um laboratório de fabricação digital, com o objetivo de facilitar a prototipagem de ideias e visando a inovação e invenção. Estudantes, educadores, empresas, profissionais, inventores, curiosos e especialistas podem adquirir conhecimento, trocar experiências e utilizar equipamentos para tornar realidade seus projetos.

E o Sesi Mangal?

Um tema que tem sido recorrente neste blog é o que será da área de aproximadamente 11 mil metros quadrados que o município de Sorocaba doou em 2011, no bairro Mangal (do antigo Feirão) para o Sesi. Daquele ano e até agora o espaço está cercado por um tapume apenas. A idéia inicial era que ali fosse feita a construção de um novo teatro (com 450 lugares) e nova escola (para 2 mil alunos).

Ao vivo no Jornal Ipanema Paulo Skaf explicou que um problema formal da doação do terreno não foi formalizado em todos esses anos (vale lembrar que estiveram no comando da prefeitura Vitor Lippi e Pannunzio, neste período) e que ele espera (atual prefeito Crespo) ver resolvido para licitar obra e projeto ao local.

O prefeito Crespo, pelo que apurei, não tocou neste assunto com Skaf.

Vou seguir atrás dessa informação e do que será feito no local e quando.

Comentários

Leia também