Mais uma da série muito barulho e pouco resultado: Justiça arquiva denúncias de vereador

Há dois anos o vereador Crespo começou a fazer barulho sobre a existência de quadrilhas atuando dentro da Prefeitura de Sorocaba. Falou isso no plenário da Câmara, na coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) e nas redes sociais.

O secretário de Governo e Segurança Comunitária, João Leandro da Costa Filho, deu ouvidos a Crespo e tomou a iniciativa de pedir que o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel abrisse inquérito para apurar o que denunciou Crespo.

O delegado assistente da Delegacia Seccional de Sorocaba, Alexandre Cassola, concluiu  inquérito policial, instaurado em outubro de 2014, e concluiu que não há quadrilhas atuando, especificamente na área da Saúde e na pasta de Obras, na Prefeitura de Sorocaba, conforme denúncias do vereador. O vereador foi convocado a apresentar provas de sua denúncia ou, ao menos, indicativos que levassem a investigação até ao que o vereador entendeu como a formação de quadrilha. Mas nem uma coisa e nem outra ele fez.

O secretário de Obras e funcionários públicos da área de Mobilidade e de Saúde também foram ouvidos pelo delegado e os depoimentos ajudaram ele a formar sua convicção de que a denúncia do vereador não tinha fundamento.

Mesmo assim, o inquérito seguiu para o Ministério Público e para a justiça. E agora, neste final de abril, a justiça mandou arquivar as denúncias por considerar que elas são sem consistência. Tivesse o MP ou a justiça visto alguma falha no inquérito poderia ter pedido para reabrir a investigação. Mas optou por arquivá-la. É ou não é mais uma da série muito barulho e pouco resultado?

Comentários

Leia também