Novos membros do Conselho Tutelar começam a trabalhar, mas falta computador e mesa para todos, afinal de 20 passaram para 30 integrantes

O início dos trabalhos dos 30 novos membros do Conselho Tutelar de Soprocaba está “uma lambança só, pois o Conselho Tutelar tinha estrutura para 20 conselheiros e ao receber 30 não se preparou. O pior de tudo é a impossibilidade de treinamento para a nova equipe. O salário, de R$ 3320,83, porém, já está valendo.

Faltam mesas, cadeiras e computadores. Dos 30 conselheiros, 15 estão sob suspeita (leia postagem anterior). O caso vai piorar quando o primeiro caso não tiver o atendimento que se espera do Conselho Tutelar.

Uma pena. Que tais problemas se revolvam e logo.

Comentários

Leia também