Pré-candidato tucano à prefeitura da capital é sem educação com o prefeito de Sorocaba

Acesse o endereço http://painel.blogfolha.uol.com.br/2016/03/31/tucanos-de-sao-paulo-trocam-ofensas-pelo-whatsapp-leia-mensagens/?cmpid=compfb na Internet para ler a coluna Painel do jornal Folha de S.Paulo que revelou que “Tucanos de São Paulo trocam ofensas pelo WhatsApp – A conflagração interna no PSDB não recuou um milímetro sequer com a saída de Andrea Matarazzo para o PSD”. A troca de mensagens em um grupo tucano no WhatsApp ocorreu na manhã de quarta-feira (30/03) e mostra como está difícil a convivência no ninho tucano de São Paulo. O candidato João Doria, apadrinhado do governador Alckmin e que recebeu bênçãos da deputada estadual sorocabana Maria Lúcia Amary, que evitava polêmicas durante as prévias, partiu para o ataque contra Andrea. Os três personagens confirmaram a autoria das mensagens, segundo a Folha.

Veja as mensagens:

Por volta das 7h da manhã, Doria envia o primeiro petardo e dá início à discussão que segue abaixo.

João Doria: “E agora Andrea Matarazzo? Qual será o seu choro? O choro das mentiras. O choro das maldades. O choro dos vinhos. O choro dos charutos. O choro do desprezo pelos pobres. O choro da arrogância. O choro da incapacidade. O choro do Conde. O choro do derrotado”

Antonio Carlos Pannunzio, prefeito de Sorocaba: “Não posso acreditar que a ladainha acima seja coisa de tucano. Deplorável!”

Alberto Goldman, ex-governador de São Paulo:  “Pannunzio, meu amigo prefeito e deputado, os tempos são outros. Hoje, o PSDB comporta grandes “empresários e gestores” que abominam os políticos.  Inflados por ambição, dinheiro e suporte do poder público mostram seu verdadeiro caráter, sem pudor.”

João Doria: “Deplorável é a covardia. Deplorável é ofender. Deplorável é a covardia. Deplorável é fugir. Deplorável é abandonar o PSDB. Deplorável é ir pro colo do Kassab. Deplorável é ir pra base da Dilma. Deplorável é não ter caráter”

Antonio Carlos Pannunzio: “Primeiro, apresente-se. E, quando tiver biografia dentro do partido, talvez possa ensinar aos demais.”

João Doria: “Eu tenho o que muitos de vocês não têm: coragem e caráter”.

Vale lembrar que Dória é recém-filiado ao PSDB e foi uma estretégia de Alckmin para marcar posição frente a José Serra e Fernando Henrique Cardoso que queriam a candidatura de Matarazzo a prefeito de São Paulo. O prefeito de Sorocaba, Pannunzio, foi quatro vezes deputado federal e chegou a ser líder do partido na Câmara. Além disso presidiu o diretório estadual do PSDB.

 

E o presidente do Sindicato dos Servidores errou outra conta. Comissão vai analisar dados

Em assembléia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba, realizada no dia 30 de março, os associados não aprovaram as contas da gestão do presidente Salatiel Hergezel e nomeou uma Comissão de Associados para apontar as inconsistências dos dados. A conclusão do trabalho da comissão será apresentada para nova assembléia de associados do sindicato daqui a 60 dias. A decisão da assembléia demonstra que os membros do Conselho Fiscal e Deliberativo também deixaram a desejar na fiscalização dos atos da diretoria e na elaboração dos relatórios das receitas e despesas, apesar da  obrigação estatutária destes representantes eleitos.

Cabe lembrar que no Sindicato dos Servidores já ocorreu destituição de presidente e antecipação de eleição por determinação judicial por questões envolvendo prestação de contas nos anos de 1993 a 1995.

Além disso também encontra-se em curso ação judicial movida por duas associações contra a  gestão de Salatiel que culminou, inclusive, com a queda do ex diretor financeiro Manoel Francisco.

Comentários

Leia também