Prefeito propôs na Reforma Administrativa aprovada pelos vereadores mudança na súmula de atribuições de secretário jurídico, o que beneficia o atual secretário

MarinhoReforma

Marinho Marte, secretário Jurídico da Prefeitura de Sorocaba, delegado de polícia licenciado por ser vereador, informa que o secretário Jurídico não exerce papel de advogado na função de secretário, mas de agente político e que isso está documentado na Reforma Administrativa votada e aprovada pelos vereadores semanas atrás. Um dos tópicos da reforma era a mudança na súmula que determina que nenhuma atividade de advogado compete ao secretário, mas ao procurador-geral.

A mudança na súmula de suas atribuições foi votada e aprovada pelos vereadores quando da Reforma Administrativa embora o foco da imprensa e vereadores tenha se restringido a criação de cargos.

Outro ponto destacado por Marinho, é o fato de que para exercer o cargo de secretário municipal, em qualquer área, basta que o escolhido pelo prefeito seja maior de 21 anos e esteja com os direitos políticos em ordem.

Em razão da mudança na súmula, hoje (03/02/17) o prefeito Crespo trocou o procurador-geral. Vilson Silva, que exerceu o cargo desde 2 de janeiro, abriu mão do cargo em razão de ter se tornado incompatível ocupar o cargo com nova responsabilidade e sua atividade em escritório particular. Dessa maneira foi escolhida para o cargo Adriana Rosa, procuradora de carreira e que já havia exercido este cargo no governo Pannunzio. Durante o governo Pannunzio ela também foi a corregedora-geral em substituição a Gustavo Barata que deixou o cargo e hoje ocupa a mesma função a pedido de Crespo.

FOTO: Marinho Marte, secretário de Negócios Jurídicos e Patrimoniais, protocolou o projeto de Reforma Administrativa que, entre outras mudanças, alterou a súmula sobre o papel do secretário jurídico e do procurador-geral do município

Comentários

Leia também